sexta-feira, 21 de março de 2008

Deliberações da Assembléia Geral de Estudantes - Restaurante Universitário

A Assembléia Geral de Estudantes, para tratar da questão do aumento de preço da refeição da Nutricom e de um Restaurante Universitário (R.U.) no campus, contou com a presença de cerca de 80 estudantes.

Na primeira parte da Assembléia, o diretor da Administração Geral do Campus (AG), José Munhoz, falou e respondeu a perguntas de estudantes referentes ao contrato da Unesp com a Nutricom. Abaixo, segue alguma das informações expostas por Munhoz:

- A empresa Nutricom é uma prestadora de serviços, de alimentação, e tem licitação para trabalhar no campus até 2010.

- O contrato licitatório é válido por 5 anos, mas deve ser renovado anualmente.

- Para ganhar a licitação do serviço, a empresa deveria oferecer o preço mais alto de aluguel, aliado ao preço mais baixo da refeição.

- A empresa Nutricom é dona de todos os equipamentos da cantina e restaurante.

- Segundo o contrato assinado pela AG, não pode haver concorrência à Nutricom, pois ela ganhou o direito pelos serviços de alimentação de forma licitatória.

- A função da AG é conferir o contrato entre campus e Nutricom, e fazer com que ele seja cumprido.

- Há algum tempo, foi criada uma comissão formada por servidores, professores e alunos, para acompanhar o processo licitatório do restaurante, fiscalizar a qualidade dos alimentos e das refeições, além de ser responsável por conversar sobre aumentos de preços do restaurante.

- No contrato feito pela Nutricom com a AG, não é previsto um índice máximo para o reajuste dos preços do prato executivo, com exceção da refeições subsidiadas que, por contrato, devem ser 100, e seu reajuste de preço não pode ser superior ao reajuste da Cesta Básica.

- Sendo assim, a empresa Nutricom está cumprindo o contrato licitatório que assinou com a AG.

- A AG achou que o aumento de preço deste ano (de R$4,40 para R$ 5,40) foi abusivo, pois o reajuste foi de 22,73%. Assim, enviaram uma carta ao restaurante Nutricom, sugerindo que o preço sofresse reajuste de apenas 7%, isto é, o preço aumentaria de R$4,40 para R$ 4,70. A AG ainda espera resposta da empresa.


Depois da participação de José Munhoz, os estudantes propuseram e votaram novas ações e reivindicações. Segue abaixo as deliberações da Assembléia:

- Formação de uma Comissão de Estudantes, responsável por fazer a mediação das negociações sobre o Restaurante no campus entre Universidade e Estudantes, além de ser responsável por organizar mobilizações no campus.

- Inclusão na lista de reivindicações de que seja acrescentado no documento contratual entre Unesp e Nutricom a obrigação de um cardápio com alimentos saudáveis, sob supervisão de um nutricionista.

- Continuação das mobilizações em protesto ao aumento de preço da refeição e por um R.U.: (como a venda dos baurus+refrigerantes a 1 real, marmitas e pizzas). Tais mobilizações devem ser organizadas pela Comissão de Estudantes eleita na Assembléia.

- Inclusão na lista de reivindicações a exigência de que o Nutricom abaixe o preço da refeição para R$ 3,00, e que sirva refeições aos sábados e no período noturno. Caso a reivindicação não seja atendida, a AG deve rescindir o contrato com a empresa.


Comissão

A comissão é composta por 15 pessoas, mas está aberta a interessados. A lista das pessoas que atualmente compõem a comissão é a seguinte:

- Priscila Sayuri
- Lúcia Guimarães
- Marcelo Campos
- Letícia S. Castro
- Celso Silvério de Freitas
- Beatriz C. Ranga
- Karen Terossi
- Fernanda Bunny
- Natália
- Enio Lourenço
- Mateus Mamute
- Fábio Lincoln
- Andrea Tchuka
- Alisson Bueno
- João Ricardo da Silva (Bulhoes)


Em breve novas informações sobre a comissão e de novos atos de mobilização.

2 comentários:

Alisson disse...

Qual do pessoal ?

precisamos fazer um rupo de e-mail da comissão !

Qualquer só entrar no site:

http://groups.google.com.br/groups/create

Eu mesmo disse...

*Qual e-mail do pessoal ?