terça-feira, 26 de junho de 2007

Avanço nas negociações da Unesp

Abaixo segue a carta que relata a visita do reitor da Unesp, Marcos Macari, à Unesp de Marília:

Pessoal,
Conforme o combinado quando da desocupação do prédio da direção de Marília pelo movimento de ocupação, o Reitor esteve hoje na unidade e discutiu a pauta de reivindicações dos estudantes. Além da pauta local, também foi colocada em discussão a pauta geral da Unesp, definida no último CEEUF, o que foi feito pelos membros do comando de greve presentes - Rio Claro, Ourinhos e Presidente Prudente.

Apesar de sabermos que o Reitor não se comprometeria em relação à maioria da pauta colocada, acreditamos que a atividade foi muito positiva pois abre diálogo em vários pontos da mesma e inclusive porque tivemos um comprometimento do Reitor em alguns pontos importantes para nós. Pressionamos bastante para que as negociações fossem imediatamente abertas nos campi em greve e ocupados. A respeito disso Macari disse que basta entrar em contato com a reitoria para agendar a ida dele nos respectivos campi, o que já ocorreu com Araraquara, onde ele deve estar amanhã, Assis e Rio Claro, onde ele deve ir nos próximos dias.

Houve uma sinalização positiva por parte da reitoria em contratar funcionários públicos para fazer a vigia do campus, que encontra-se hoje em grande defasagem, além do posicionamento favorável a abertura 24H dos campus e autonomia para utilização do espaço e da infra-estrutura, coisa que encontra grande resistência por parte da direção daqui.
O reitor também se colocou de forma favorável à concessão de bolsas alimentação para o RU, inclusive dizendo que há verba para isso mas que, apesar disso o que impede que ela seja usada para estes fins seja a questão da inexistência na Unesp de uma rubrica específica para auxílio alimentação. Também houve sinalização favorável à discussão sobre a ampliação do CEES, bem como à construção da "Escola de Aplicação" e do "Instituto de Línguas". Para tanto, foi aprovado em votação simbólica que a Congregação local deve apresentar um projeto para a construção dos mesmos.

Também houve votação simbólica contra as punições ao movimento, um dos pontos da pauta em que ele se colocou de forma mais intransigente, mesmo que todas as falas se colocassem veementemente contrárias às punições. Aliás, neste ponto ele foi bastante pressionado, assim como em relação aos decretos, sobre os quais ele justifica a ação do governo como sendo uma ação de Estado que não pode ser questionada.
Acredito que houve avanços importantes, mas nada muito além do esperado. Nossa assembléia de avaliação é terça-feira, à noite, por hora a greve permanece.

Manuela
D.A. "XV de Março"
Unesp Marília

8 comentários:

gazaga disse...

vamos manter essa greve ate ele vir aqui em bauru!!!!!!!!e se comprometa com relacao a moradia.....
sou contra a greve mas ja que estamos fudidos mesmos vamos ficar fudidos ganhando algo e nao sair de maos abanando..........
voltar as aulas em julho sera um prejuizo enorme pros alunos com relacao as aulas que serao dadas nas coxas!!!!
meu voto é a continuidade ate o comprometimento do reitor!!!

Fabinho disse...

Concordo...

Marilia disse...

Realmente... já que o reitor se mostrou disposto a conversar nos campi onde for solicitado... por que não trazê-lo a Bauru??! É viável isso?!

pauloricardo disse...

aeee!
até q enfim alguem falo as verdades!

Gustavo disse...

podia trazer ele em Bauru e mostrar a situação...

e bom saber que o Reitor está disponível ao diálogo!

Loreta disse...

Olha só!!!
Gazaga, concordo plenamente c/ vc!
Parabéns, fiquei até feliz em ler seu comentário!

Contra A disse...

Eu faço meu adendo ao gazaga:

Vamos continuar eternamente nesta greve. Quero morrer grevista. Quero sempre falar pros meus netos que, a despeito de certos revolucionáriozinhos de quinta, eu continuo em greve por 50 anos consecutivos, e não importa que o José Serra Neto esteja governando o estado, vai ter o bom senso de não ser tão cabeça dura tal qual o avô dele era.

Pense também no "45° encontro anual da festinha da greve na assembléia da sala 54".

Estes avanços que vocês arrumam deviam entrar pro hall de truques que o Issao Imamura pode fazer no programa da Eliana.

Kelli disse...

Meuuuuuu Deus para tudoooo...
Para tudoooooooooooooo!!
Eu concordo com o gazaga!
hauahauahauhauahauahauahau
Gazaga axo que vc n eh de todo mal... hauahauahuahau