segunda-feira, 25 de junho de 2007

Deliberações das Assembléias de segunda-feira, dia 25/06

Às 14h desta segunda-feira, na Central de Salas de Aula, ocorreu a assembléia do docentes convocada pela Adunesp Seção Sindical. Os cerca de 40 professores presentes discutiram questões referentes ao movimento construído durante o período de greve, como a falta de apoio da categoria, o pouco interesse da maioria dos docentes com relação aos decretos e a impossibilidade de manutenção da greve devido ao refluxo estadual e à baixa mobilização local. Ao final das discussões, a assembléia deliberou:

-Indicativo da categoria docente à assembléia unificada de saída da greve;
-Indicativo da categoria docente à assembléia unificada de votação por segmento;
-Convocar o reitor da Unesp para discutir, em Bauru, a autonomia universitária;
-Indicativo ao Fórum das Seis de realização de assembléias unificadas das três categorias por um período fixo e realização de um abaixo assinado estadual contra os decretos;
-Repúdio a qualquer tipo de repressão a professores, funcionários e estudantes que participaram do movimento de greve.
-Declaração dos docentes de estarem em assembléia permanente (podem chamar assembléia a qualquer hora, sem a burocracia necessária).

Estudantes

A assembléia estudantil também foi realizada na Central de Salas, mas no fim da tarde. Cerca de 100 alunos fizeram a avaliação do movimento grevista com ampla discussão sobre os indicativos da categoria a serem levados para a assembléia unificada. Foi deliberado:

-Indicativo da categoria estudantil à assembléia unificada de votação por segmento;
-Indicativo da categoria estudantil à assembléia unificada de manutenção da greve;
-Manutenção das comissões caso a greve termine;
-A escolha dos delegados para participação no comando de greve estadual;
-Realização de uma audiência pública com os três diretores do campus para que nossas reivindicações sejam discutidas;
-Criar uma comissão para fiscalizar o cumprimento normal das aulas por parte dos professores;

Coerência

Tanto os professores quanto os estudantes que participaram de todo o movimentro grevista sabem que as vitórias conquistadas não são as desejadas, mas também têm consciência do embate que acontece entre os favoráveis e os não-favoráveis à greve.

Os professores mobilizados tiveram que levar a greve nas costas enquanto muitos colegas aproveitavam o tempo livre para corrigir trabalhos e adiantar pesquisa. O mesmo pode ser dito com relação a alunos que estudaram para provas e tiveram tempo de voltarem para suas casas, enquanto colegas de classe se desgastavam contruindo a greve em Bauru. O indicativo da classe docente é de retirada da greve, pois ela é inviável neste momento em que a classe está tão desmobilizada nos níveis local e estadual, mesmo com a luta de poucos professores. Os estudantes defendem o indicativo de manutenção da greve, pois querem continuar mobilizados e lutando por melhorias para o campus e para a (que não foram satisfatórias), mas sabem que há uma grande despolitização do segmento e que a defesa da proposta será difícil.

O movimento foi construído unificadamente e se mantém da mesma forma até agora. Os trê segmentos unidos conseguem agregar muita força para lutar pelos direitos que estão sendo tirados da universidade.

10 comentários:

disse...

Toca a caixa do cortejo fúnebre que
anuncia o fim da greve.

Que ela descance em paz!

Greve é Ferias disse...

Os trê segmentos unidos conseguem agregar muita força para lutar pelos direitos que estão sendo tirados da universidade.

Conseguem agregar muita força??? Quando que isso aconteceu aki até hoje??? Não conseguiram avanços significativos em nenhuma das reivindicações!!! Querem enganar quem, com essa afirmação?!

E os estudantes, ao invés de procurarem um meio realmente eficiente de lutar por nossos direitos, continuam dando murro em ponta de faca.
Deve-se saber quando acabar, e não continuar numa luta cega e sem perspectivas, que no fim das contas só está prejudicando a nós, estudantes.

dasdasd disse...

que a greve continue .voltar agora seria alem de tudo uma irresponsabilidade.......

Turollo disse...

Tanto não damos murro em ponta de faca, colega para quem a greve é férias, que queremos hoje fazer uma avaliação junto com vocês das possibilidades de mobilização.
Tenho percebido, no entanto, que uma parte dos estudantes está feliz e satisfeita com essa formação universitária ridícula que nós temos.
E contra isso, ninguém pode fazer nada.

Loreta disse...

Se esta greve acabar hj, vou achar q todas essas semanas q paralisamos de nada serviram. Tanta luta p/ morrer na praia? Estou decepcionada...

Os professores são bem espertos. Qdo precisam dos estudantes, nós os ajudamos. Apesar do movimento ainda estar unificado, como explicam no site, os docentes estão nos abandonando, e senti um tom derrotista neste último post.

Espero q os alunos consigam mostrar aos professores q, já q chegamos até aki, vamos continuar essa greve, tenho certeza q teremos resultados favoráveis. De q adianta eles tentarem dar aula agora em julho, p/ terminar um mês de aula em uma ou duas semanas, nos encher de provas e trabalhos e não dar aula direito? A gente sabe q isso vai acontecer! E não é justo a gente apoiá-los e depois sairmos prejudicados.

É mto melhor a greve continuar e termos as reposições dadas de forma correta em janeiro mesmo. Estamos lutando por uma faculdade pública melhor p/ terminar um semestre de uma forma q não vai nos contemplar, mto pelo contrário, vai nos atrapalhar!!!

Davi disse...

Bah
Outro alienado. Se não tem nenhuma sugestão decente, fika keto. O movimento unificado concentrou bastante expressividade, embora não tenha obtido os resultados desejados, já foi um passo importante. A conivência e a permissividade aos abusos dos governo é o que só está prejudicando nós estudantes.

gazaga disse...

OLHA OS FUNCIONARIOS PULANDO FORA.......MESMO SEM GANHAR O PAOZINHO DELES ELES ESTAO VAZANDO DA GREVE!!!!!
AGORA SAIR DA GREVE PARA OS ALUNOS SERA VERGONHOSO...APOS UMA ASSINATURA NUMA FOLHA DE BANANEIRA DO REITOR VAMOS SAIR COM O RABO ENTRE AS PERNAS SEM GANHARMOS NADA...DESDE O COMECO EU DIZIA ISSO....GREVE NAO ADIANTA NADA!!!
CONTINUO COM A MINHA IDEIA OU CONTINUEM ESSA GREVE ATE O REIROR NAO AGUENTAR MAIS VOCES ENCHEREM O SACO DELE OU SAIAM COM O RABO ENTRE AS PERNAS!!!!
PROFESSORES JA SAIRAM
FUNCIONARIOS TAMBEM??
E VOCES????

Juliana disse...

seria legal se esse blog parasse de chamar a torto e a direito alunos q são contra a greve de alienados. Isso é um argumento toltalmente vazio, nao se pode julgar se uma pessoa q está contra a greve se informou e pensou o bastante a respeito disso ou não.

(só pra constar, sou a favor da continuidade da greve)

Greve Não É Férias disse...

Não chamamos nenhum aluno contrário à greve de alienado. Apenas dissemos que há professores e alunos que pensam em seus afazeres individuais em vez de olharem para o que está acontecendo com a universidade em que eles trabalham/estudam. Em nenhum mometos dissemos que alunos contrários à greve são alienados.

Dissemos que há alunos que são alienados e que não têm sequer um posicionamento com relação à greve.

Kelli disse...

Só pra constar! o Macari esteve em Araraquara hoje... alg tava sabendo disso?
Tipow ele prometeu não punir ng da ocupação... prometeu construir a moradia (o prefeito doou os terrenos ja! e vai analizar todas as reivindicações!
Dos três merdas de reitores das estaduais paulistas ele vem parecendo ser o menos pior... Temos que chamar uma reunião com ele urgente... eu acho sinceramente que ele não ia se recusar!!
Infelizmente a greve acabo!! Mas o movimento continua... Ainda somos contra os decretos... Ainda lutamos por uma educação publica de qualidade e para todos... Sem desanimoooo! vamos ness!
=D