quarta-feira, 27 de junho de 2007

Intervenção Artística na Assembléia

Quem compareceu ao anfiteatro “Guilhermão” na última terça-feira para participar da assembléia unificada com certeza tomou um susto ao ver cinco pessoas estáticas, sentadas em carteiras estrategicamente posicionadas embaixo de sacos plásticos que soltavam gotas de água nas cabeças dessas pessoas.

Havia palavras pintadas nos corpos dos manifestantes, como “utopia”, “interesse”, “educação”, “Unesp”, entre outras. A idéia da intervenção surgiu dos próprios “personagens”, que explicam que a manifestação não tinha um caráter fechado. “É uma manifestação simbólica. Cada um que está aqui (na assembléia) pode interpretar os diversos elementos do jeito que quiser”, disseram os integrantes em uma espécie de entrevista em grupo.

A estudante Beatriz Costa Rangan interpretou o ato como uma demonstração de passividade. “Eu vi a queda da água como a queda dos problemas. Eles caem nas cabeças das pessoas e elas se mantêm apáticas, assim como o menino ficou, olhando para o nada”.

Já Leandro César de Oliveira teve outra impressão.“Eles estavam sentados, passando por uma tortura”, comenta o estudante.

Uns acharam fantástico, outros não entenderam, mas a intervenção artística fez com que os participantes da assembléia pensassem, pelo menos um pouco, sobre o papel que exercem na universidade.

E você, o que achou?

Participantes da intervenção: Sarah Carvalho, Thaís Luquesi, Felipe Matos, Andrea Martins e Emiliano.

Fotos: Andressa Borzilo

13 comentários:

Té la mà Maria disse...

interesantisimo tu blog

obrigado

saludos desde Reus Catalunya

artes disse...

parabéns.
a arte é o alimento da alma e tem o poder transformar a sociedade, a história....

A.Cerri disse...

Eu considerei que a "utopia", "educação" e a "universidade" estavam sofrendo tortura chinesa...massacradas ao poucos durante muito tempo - é isso que vem acontecendo.

Donida disse...

eu achei mto estranho
não gostei
mas viva as diferenças

Vanessa Russell disse...

Achei o máximo!!!!
Representou muito o momento em que estamos vivendo!!
A passividade de muitos acaba por provocar o entorpecimento, como eles pareciam estar... alheios ao mundo, com esse caindo em suas cabeças!

É isso...

Julia disse...

Interpretei diferente...
Para mim eles estavam lá parados, em greve, enquanto o "movimento estudantil" se tornava cada vez mais fraco e menos unido, cada vez mais vazio como os sacos d'água. Ao fim, tudo foi por água abaixo, exatamente como a greve, cuja única conseqüência concreta foi a perda das férias.
Tchau, caros colegas. Até a greve do ano que vem.

gazaga disse...

julia, eu te amo...voce foi sensacional.......

Lud R. disse...

Achei o máximo! A arte é uma forma alternativa de comunicação e manifestação. Entendi que as pesssoas estão muito apáticas diante da realidade, mesmo quando incomoda (como a água caindo na cabeça). Quando vamos nos levantar contra os absurdos abafados no sia-a-dia e sair do individualismo?

Lidirce disse...

será que poderiam publicar o que foi deliberado na assembléia?

estou sem fonte de informações para saber se a greve terminou ou não..

Greve Não É Férias disse...

lidirce,

A greve terminou. Já publicamos as deliberações da assembléia de terça, ontem mesmo, na terça-feira.

Confira a postagem "Deliberações da Assembléia Unificada"

Priscila disse...

Não estava presente durante a manifestação, pq trabalhei até às 16h ontem, mas pelas fotos já deu pra ver que foi muito interessante - e intenso e tenso! Só pelas fotos já se percebe a passividade e a incapacidade de agir devido à letargia, mesmo diante dos problemas initerruptos.

E acho ótimo que cada um faça sua interpretação (o próprio grupo deu essa liberdade, como qualquer artista decente daria). A interpretação da Júlia, por exemplo, serve bem para mostrar o quanto a arte aguça nossos sentidos e sentimentos, reforça-os! Muitas vezes, porém, ela é mais viva e útil quando ajuda a mudar nosso modo de pensar!

GABRIEL RUIZ disse...

Adios Julia, vê se aparece por cá então quando ocorrer outra greve, vc prometeu. Já estamos com saudades.

um abraço

Emiliano disse...

E bom ver que nossa manifestacao atingiu as pessoas sucitando diferentes interpretacoes, ja que a performance propoe exatamente isso. O importante e sucitar as reflexoes simbolicas em cada individuo.

Ass. UHUU (Nucleo de pesquisa da performance)